São Paulo, Brazil
(JORNALISMO INDEPENDENTE) Contato: diego_graciano@hotmail.com

2 de julho de 2014

Messi Futebol Clube

Sem Messi, Argentina é um abismo.
O filme que já vimos. Argentina depende exclusivamente de uma genialidade de seu capitão. Contra a Suíça, novamente uma seleção morna, que precisou de um milagre (trave amiga) e mais um lance do mestre Lionel (sempre decisivo) para vencer uma partida sofrida e dramática. O goleiro Romero e o lateral Rojo ao fim calaram as críticas. A partir do segundo tempo a seleção argentina deu uma melhorada. Apareceram Mascherano e Di María. Higuaín continua sendo uma sombra em campo. Pela qualidade de jogadores que tem, Argentina continua devendo. A partir de agora é pedreira, e o tempo de jogar futebol é contra Bélgica. Caso não reverter a qualidade pobre do jogo, Sabella precisará de outra mão do Papa Francisco ou de vários Messis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário